domingo, 24 de outubro de 2010

Oh my dreams...


Certas músicas te acompanham durante a vida inteira. Quando você escuta uma banda desde que era apenas uma criança, às vezes parece que as canções deixam de pertencer a quem escreveu e passam a ser suas. Animal Instinct é e sempre vai ser a minha música preferida, de todas as bandas, de todas as épocas. Linger foi a primeira música que eu toquei/cantei no meu primeiro ensaio em uma banda. Ode To My Family foi minha companhia em inúmeras madrugadas insones e solitárias. Empty esteve comigo nas viagens, enquanto olhava a paisagem pela janela e pensava na vida. You and Me foi a primeira música que escutei logo depois de ter tido a notícia de que passei no vestibular. Zombie sempre tocou em um volume ensurdecedor entre as 4 paredes do meu quarto. Já cantei Salvation e Ridiculous Thoughts no ápice da adolescência, gritando a plenos pulmões. Já sorri muito com Just My Imagination. Já dividi abraços ouvindo Free To Decide. Já derramei inúmeras lágrimas ouvindo Dreams.


E aí, quando você se dá conta, está no meio de uma multidão ouvindo e cantando junto todas aquelas músicas que marcaram partes importantíssimas da sua vida. Ao Vivo. Ali, pertinho, ao alcance das mãos. Passa um filme na sua cabeça. As lágrimas e o esforço de quem canta no volume mais alto que a própria garganta permite parecem não ser suficientes. Não, a ficha não cai. Eu estava mesmo lá, embora custe a acreditar nisso. Como se não bastasse, consegui pegar o setlist daquela que emprestou sua voz a boa parte dos acontecimentos que eu já vivi. Plumas enroladas no pedestal do microfone, balões vermelhos, setlist, pulseirinhas verdes, fotos, vídeos. A aparente banalidade de todos esses objetos e mídias é cheia de significado e vai servir pra relembrar uma daquelas noites que marcam a existência de alguém.






4 comentários:

Catherine disse...

Caramba thamires,que post lindo!
sei como é ter trilhas sonoras de bandas da minha vida.Tudo que você disse,pra mim se aplicam ao Coldplay e o Beirut. O cranberries é uma banda linda,mas você que é fã de carteirinha e sabe como é passar por esse momento maravilhoso,quem sabe na próxima eu possa ver o show :)

K. disse...

Olhaí, foi pro show do cranberries, que massa!
Com certeza, cantaria Zombie o mais alto que minha voz pudesse!;*

Mel disse...

"O cranberries é uma banda linda,mas você que é fã de carteirinha e sabe como é passar por esse momento maravilhoso"(2)
Muita sensibilidade! Lindo post, lindo blogguer! Inclusive o nome! ;*

Helouquinha disse...

Nossa minha infância tmb foi regada com Cranberries e som no ultimo volume de Zombie... saudades que não volta...
Tu sabes envolver-me com suas palavras e faze-las soltas como se fossem flocos de neve...
Parabéns